Danang Vietname

Apesar de alguns pontos de interesse, Danang valerá mais para o viajante como uma base a partir da qual poderá partir para passeios na região do que para explorar enquanto cidade.

Danang terá sido fundada nos finais do século II, fazendo então parte do reino de Champa. Tornou-se conhecida para os europeus quando o português António Faria ali chegou em 1535. Nessa altura Hoi An era uma cidade mais importante, e a atenção dos europeus viraram-se para ela. Foi a partir de meados do século XIX que Danang se superiorizou a Hoi An e pouco depois os franceses ocuparam a cidade.

Durante a Guerra do Vietname Danang foi fundamental. Encontrava-se perto da linha de delimitação que separava o Vietname do Norte e o Vietname do Sul e algumas das mais intensas batalhas foram travadas na sua região. O aeroporto de Danang era a maior base aérea dos Estados Unidos e Khe Sanh, local da mais simbólica derrota dos americanos no Vietname não se encontra longe.

Hoje em dia Danang é a quinta maior cidade do país, com cerca de um milhão de habitantes e as praias que a envolvem chamam até si um bom número de turistas, nacionais e estrangeiros.

A viagem

De Hué para Danang a viagem faz-se de comboio. É um percurso relativamente curto, de cerca de duas horas e meia, mas considerado o troço mais cénico de toda a Linha da Reunificação. Tendo obter um lugar à janela do lado esquerdo do comboio, com vista para a costa, a oriente.

Tratando-se da mesma linha que o trouxe de Hanói para Hué, existem os mesmos cinco comboios diários, com partidas às 8:37, 9:31, 10:59, 19:51 e 22:28, chegando a Danang respectivamente às 11:08, 12:20, 13:26, 22:21 e 1:06. Assumindo que preferirá uma cadeira para um trajecto sem passagem de noite a bordo, o bilhete custará 67,000 Dongs. Considerando a beleza do trajecto recomendo os comboios diurnos.

O que ver e fazer em Danang

Praia de My Khe

Esta longa praia, de cerca de 9 km, estende-se a leste do centro de Danang, sendo possível chegar até Hoi An através de um percurso de cerca de 20 km. A ondulação é geralmente baixa e as condições meteorológicas convidam a ir a banhos ao longo de todo o ano. A partir de Setembro reúnem-se condições para a prática de surf.

My Khe tornou-se famosa durante a Guerra do Vietname, sendo o principal local de repouso e recuperação dos militares norte-americanos. Na altura ganhou o nome de China Beach e inspirou uma série televisiva precisamente com esse título que foi rodada entre 1988 e 1991.

Provavelmente devido a essa utilização precoce como estância balnear, a praia de My Khe é hoje a mais desenvolvida, em termos urbanos, da zona da Danang.

A seguir a My Khe, na extensão de areia que segue até Hoi An, localiza-se a Praia de Lang Co, que se revela uma alternativa um pouco mais tranquila. Mas se praias é o que procura em Danang, poderá também experimentar a praia que acompanha toda a orla da baía de Da Nang, virada a norte, assim como a praia de Lang Co, a uns poucos quilómetros de distância

Catedral de Danang

Esta bonita catedral, mantida em impecável estado de conservação, chama desde logo a atenção pela pintura cor de rosa e pela sua alta torre sineira, que se eleva a setenta metros.

Foi construída pelos franceses em 1923 em estilo Gótico, sendo também conhecida como Igreja do Galo, devido ao cata-vento em forma de galo que encima a torre sineira.

O seu interior é sóbrio, destacando-se ali os vitrais e a estatuária representando cenas bíblicas.

A catedral está ainda activa, servindo a comunidade católica da cidade, encontrando-se na rua Tran Phu. A visita é gratuita, sendo possível diariamente entre as 5 e as 17, e se tiver sorte talvez consiga subir ao cimo da torre e apreciar a vista.  

Pagode de Phap Lam

Este pagode localiza-se no centro de Danang, a meio caminho entre o aeroporto e a orla costeira, mais especificamente na rua Ong Ich Khiem.

Destacam-se ali as estátuas de Buda. São três nos jardins e uma outra, enorme, dourada, no interior do templo. Há também estatuária representando Avalokitecvara, a deusa da misericórdia, e Dai The Chi Bodhisattva.

O pagode é um refúgio ideal para quem sinta necessidade de se abrigar por uns instantes do bulício da grande cidade, e se a fome apertar pode mesmo ali tomar uma refeição vegetariana.

Templo Cao Dai

Cao Dai é um movimento espiritual criado por volta de 1920 e inspirado numa série de religiões ocidentais e orientais e venerando personalidades como Joana d’Arc, Shakespeare e Lenine.

O templo existente em Danang é o segundo maior do país, sendo um edifício modesto quando observado a partir do exterior. O interior é contudo bastante interessante, recomendando-se a visita por volta do meio-dia, hora das principais orações, quando o templo se enche de crentes envergando roupas características, separados por duas alas consoante os géneros.

Atrás do altar destaca-se um enorme globo com a representação do Olho Divino, um símbolo querido do Cao Dai. Não perca o edifício por detrás do templo: no seu interior encontrará alguns artefactos históricos.

O templo localiza-se no centro, mas como Danang não é particularmente pequena poderá necessitar de um táxi para lá chegar. A morada exacta é: 63 Hai Phong Thanh Khe.

Museu de Escultura Cham

Trata-se da principal referência museológica de Danang, tendo sido inaugurado em 1919 e enriquecido nos anos seguintes com artefactos relacionados com a cultura da etnia Cham.

Em 1930 o museu foi ampliado, passando a contar com mais duas galerias. Já recentemente, em 2002, a área de exposição foi de  novo alargada, cobrindo actualmente 1110 m2.

As esculturas constituem a maioria da colecção, tendo sido obtidas a partir de pedra calcária e de terracota. Os temas mais comuns são os pedestais, representações divinas, amimais sagrados e elementos ornamentais para templos Cham.

O museu, cujos edifícios em estilo colonial são só por sim uma atracção, encontra-se aberto entre as 8:00 e as 16:30 e o bilhete custa 60,000 Dongs.

Montanhas de Mármore

Localizadas a apenas 7 km da cidade, estas montanhas, chamadas localmente de Ngu Hanh Son, estão repletas de surpresas para os viajantes. Existem grutas, túneis secretos, templos budistas e bonitas paisagens.

Ao longo da história estas montanhas têm sido utilizadas como abrigo para fins militares e como local de contemplação e isolamento por monges budistas.

O viajante poderá mesmo trepar até ao ponto mais alto destas montanhas, apreciando dali a vista em redor.

Não é necessário um guia para explorar a área mas precisará de pagar 20,000 Dongs para entrar no parque das Montanhas de Mármore.

Categorias Destinos