Halong Bay Vietname

Halong Bay, um local classificado pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade, é geralmente visitado a partir de Hanói, regressando o viajante à capital vietnamita após o cruzeiro pelas águas do arquipélago.

Existem inúmeras alternativas, com diferentes durações e tipos de embarcações que variam em dimensões e conforto, e a variedade excessiva pode confundir o desprevenido viajante. Tentarei clarificar algumas das potenciais dúvidas nas próximas linhas.

Uma das formas de organizar a sua viagem a Halong Bay é através do seu hotel. Leia com atenção as avaliações escritas pelos anteriores clientes. A quantidade de informação que aí pode encontrar poderá ser decisiva na sua decisão. Desta forma as coisas tornam-se mais fáceis, é uma espécie de solução “chave na mão”, administrada pelo gerente do estabelecimento hoteleiro, que poderá tratar do transporte e assegurar um quarto para o regresso a Hanói.

A melhor altura para visitar

As probabilidades de ter um dia maravilhoso para o seu passeio em Halong Bay são mais elevadas se visitar entre Junho e Setembro. Mas mesmo nessa altura podem ocorrer tempestades. Naquela parte do mundo o clima é sempre imprevisível.

Quanto Tempo

Esta será a primeira decisão a tomar. Em casos extremos pode espreitar Halong Bay numa extenuante viagem de dia inteiro a partir de Hanói e regressar à capital no mesmo dia. Se não tiver muito tempo mas quiser mesmo visitar Halong Bay poderá em alternativa pernoitar em Halong City e regressar logo pela manhã.

A opção mais comum será o cruzeiro de vinte e quatro horas, com uma noite a bordo. Note que a duração do cruzeiro é rigorosamente de 24 horas. Não espere dois dias de passeio. É um bom balanço, dando-lhe tempo para relaxar e permitindo-lhe despertar rodeado de uma paisagem deslumbrante.

Quem quiser e puder terá ao seu dispor viagens mais longas, de duas ou três noites e mesmo mais. Claro que o preço irá subindo à medida que estender a duração do cruzeiro, mas também é verdade que quanto mais tempo passar a bordo mais a embarcação de afastará das áreas mais saturadas com turistas. Além disso existirão actividades paralelas, levadas a cabo a partir de embarcações menores.

Que Actividades

Informe-se cuidadosamente das actividades que poderão (ou não) estar incluídas no seu cruzeiro, tendo em conta que quanto mais longa for a duração, mais deverá esperar. Uma visita a uma comunidade piscatória, uma visita a um viveiro de ostras, um pouco de espeleologia, um passeio de kayak, um curso de cozinha vietnamita a bordo ou a exploração do hospital subterrâneo da ilha de Cat Ba são alguns exemplos dessas actividades.

Escolha o Barco

Existem embarcações de diversas dimensões e níveis de conforto. Os navios mais luxuosos são um mimo, mas têm um preço. Afinal de contas são estabelecimentos hoteleiros de cinco estrelas que flutuam. Se a sua escolha incidir sobre um cruzeiro de 24 horas talvez a diferença no preço não justifique a escolha de um navio de luxo.

Os cruzeiros com preços intermédios, por volta de USD  120 para um passeio de 24 horas serão uma solução equilibrada. Aconselho apenas a que evite navios com mais de 35 passageiros. Terá que partilhar o espaço com outras pessoas, mas quanto menos melhor.

Quem estiver a gerir um orçamento apertado terá à sua disposição opções a rondar os USD 60. Mas a qualidade do alojamento, das refeições e do produto, de forma geral, será provavelmente duvidosa.

Onde Reservar

Para quem não tem problemas de orçamento, a reserva através de um hotel é a solução mais prática. Tudo será tratado e se tiver desenvolvido laços de confiança com o gerente do hotel terá uma certa garantia em caso de problemas. Mas isto tem um preço: as comissões de todos os elos da cadeia envolvidos.

Poderá pensar que se for até Halong pelos seus próprios meios e tratar de comprar directamente com as companhias de navegação que operam os cruzeiros estará a poupar dinheiro, mas curiosamente não é o caso. Apesar dos valores não serem tão elevados como os que lhe serão dados pelos hotéis, também não são os mais baixos.

A melhor opção é comprar a uma agência de viagens. Mas, e isto é importante, tenha alguma atenção a quem compra. Investigue um pouco, leia comentários de outros viajantes e lide apenas com agências com uma base sólida.

Categorias Destinos