Sapa Vietnam

Sapa localiza-se a cerca de 350 km a noroeste de Hanói, já próximo da fronteira com a China, sendo famosa pela sua beleza natural e pelos povos que por ali habitam. As etnias da região de Sapa são muito específicas, com costumes e trajes particulares, que trazem uma cor especial a qualquer viagem pelo Vietname.

A localidade, fundada pelos franceses em 1922, tem-se tornado algo turística nos últimos anos, atraindo um grande número dos visitantes que passam por Hanói. Mas a ideia não é ficar na povoação. O encanto de Sapa reside na área envolvente, nos seus arrozais criados em socalcos, acompanhando a curva das colinas, nas pessoas que habitam as aldeias circundantes, tão únicas no seu aspecto.

Tenha em consideração que as condições climatéricas de Sapa são por vezes complicadas. É mais a norte que a Hanói e situa-se a uma altitude de 1,650 metros. Poderá ser bafejado pela sorte e encontrar bonitos céus azuis mas deverá estar preparado para enfrentar tempo adverso durante a sua visita, incluindo a queda de neve.

A viagem

Pode chegar a Sapa de forma independente ou viajar numa tour organizada. Se preferir ir á aventura, terá que apanhar o comboio de Hanói para Lao Cai, e dali seguir por mini-bus para Sapa.

Existem três comboios diários, a sair em rápida sucessão, às 20:17, 21:35 e 22:00, chegando respectivamente às 4:35, 5:30 e 6:05. O primeiro não existe ao longo de todo o ano, devendo a sua circulação ser confirmada quando comprar o bilhete. O segundo é o melhor, com menos paragens, mas o terceiro tem um horário mais confortável. Um conselho: vá com bastante antecedência porque pode ser difícil encontrar a linha certa e há algumas linhas que são acessíveis a partir de outra rua, não do edifício principal da estação.

Para regressar aplica-se a mesma lógica. As partidas são às 13:50, 20:55 e 21:40 e as chegadas à capital respectivamente às 20:50, 4:32 e 5:30.

Os preços dos bilhetes variam entre  os 116,000 e os 400,000, consoante o comboio e a categoria. O valor mais elevado, que ronda os 15 Euros, corresponde a uma cama na melhor categoria.

A segunda parte da viagem será feita por estrada. A estação de Lao Cai fica a 38 km de Sapa e o percurso demora cerca de uma hora. É uma estrada sinuosa, se tem tendência para enjoar tome as precauções que achar necessárias.

Ao sair da estação será abordado e bombardeado por propostas de transporte. Um táxi privado deverá custar USD 25 e um lugar num shuttle será algo como 50,000 Dongs. O autocarro local, que sai do topo do parque de estacionamento próximo da estação, custa 28,000 Dong.

Para o regresso, a saída é de junto da igreja de Sapa, devendo estar lá por volta das 17:00 para assegurar uma ligação ao comboio sem percalços.

Se preferir uma expedição mais tranquila, poderá tratar de uma solução integrada com uma agência de viagens ou com o seu hotel em Hanói.

O que ver e fazer em Sapa

Caminhadas

Esta é a verdadeira essência de uma visita a Sapa e não terá dificuldade em encontrar programas organizados para as caminhadas pelos campos que envolvem a cidade.

Os arrozais em socalcos são a paisagem mais emblemática de Sapa, mas há muito mais para ver numa boa caminhada pela área. Florestas de bambu, enormes azenhas de madeira junto a riachos de águas cristalinas, aldeias habitadas por tribos locais.

A escolha do guia é essencial para o sucesso da caminhada. Tente ir com alguém com boas referências, de preferência que pertença a uma das etnias residentes na região. Note que se tratar disto no local, em vez de preparar tudo a partir de Hanói, o preço será substancialmente mais baixo.

Tenha atenção às taxas de visita de algumas aldeias. São legítimas e deverá estar munido de uma permissão de visita que será obtida no centro de turismo de Sapa. Se for enquadrado num passeio organizado confirme que o valor inclui essa permissão. De qualquer forma tratam-se de quantias que oscilam entre os 20,000 e os 40,000 Dongs.

Monte das Antenas

Um passeio simples que poderá fazer sem guia. Do topo do monte onde se encontram as antenas de telecomunicações terá uma das melhores vistas de Sapa.

Aldeia Cat Cat

Aldeia Cat Cat

Trata-se de um dos mais populares locais a visitar nas imediações de Sapa e é incluída em muitos programas de hiking.

Monte Fansipan

Se gosta de desafios, está em boa forma física e tem algum dinheiro para gastar, poderá desejar considerar a subida do Monte Fansipan, que se avista desde Sapa e cujo cume é o ponto mais alto do Vietname.

Em termos de orçamento conte com um mínimo de USD 120. Existem três trilhos opcionais para atingir o cume: o Tram Tron é o mais usado; o Sin Chai é mais curto mas muito mais complicado, sendo necessários 2 ou 3 dias para o percorrer; o Cat Cat é o mais longo, com 20 km para cada lado, mas também o mais cénico, necessitando de 4 ou 4 dias para este trekking.

Mercado de Sapa

Apesar da cidade se ter tornado bastante turística, o mercado que encontrará ao fundo da rua D Phan Si mantém um carácter local e como qualquer mercado vietnamita é bastante pitoresco.

Ali encontrará produtos produzidos localmente: vegetais, frutos, animais, ervas medicinais, carne. Esteja preparado para ver carne de cão à venda.

Rua P. Cau May

Esta é a rua principal de Sapa e o centro de toda a acção. Ali encontrará inúmeros restaurantes vocacionados para os clientes estrangeiros e lojas que venderão tudo o que imagine necessitar para os seus passeios na Natureza, incluindo calçado de caminhado e galochas, muito aconselhadas para os passeios após a queda de chuva.

As ruas secundárias, que envolvem este eixo principal, escondem detalhes interessantes e a arquitectura local deve ser observada com atenção.

Petroglifos de Muong Hoa

No vale de Muong Hoa encontram-se uma série de petroglifos gravados em rochas exteriores. Existem mais de duzentas rochas, algumas com 15 metros, com estas gravações. Os temas registados na pedra incluem seres humanos, habitações palafitas, cenas da vida diária e animais.

Quedas de Água de Prata

A 12 km de Sapa encontram-se as Quedas de Agua de Prata. É necessário pagar uma pequena taxa de 20,000 Dongs para entrar na área mas vale bem a pena. A água desce a encosta da colina, de uma altura de 200 metros, existindo uma fotogénica ponte de madeira de onde melhor se observam as quedas de água.

Categorias Destinos